Ministério da Saúde
Sociedade

I Fórum Nacional sobre Hemoterápia


A província de Luanda, acolheu de 05 e 06 de Dezembro, o I Fórum Nacional sobre Hemoterapia com o Lema: Sangue Saudável para Todos! Faça a Sua Parte! Dê Sangue!



Foram abordados no fórum temas relacionados com a segurança do sangue, a capacitação dos profissionais de hemoterapia a nível nacional, a especialização em matérias de hemoterapia, a construção de infraestruturas adequadas de modo a proporcionar sangue seguro e adequado aos utentes,



Durante o discurso de Abertura, Mário Correia, em representação da Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, realçou os esforços que têm sido empreendidos pelo Ministério da Saúde, através do projecto Sangue Seguro, na aquisição de meios e na capacitação dos profissionais de hemoterápia a nível nacional.



Por outra, a directora do Instituto Nacional de Sangue, Deodete Machado, afirmou que o Instituto que tutela tem apenas 14 mil dadores voluntários, um número insuficiente atendendo a demanda populacional e que por causa deste défice têm constituído prioridade o atendimento à mulheres, crianças, doentes com cancro, pacientes envolvidos em acidentes de viação e submetidos a cirurgia cardíaca e anemia falciforme.



Deodete Machado afirmou também que, "uma unidade de sangue pode salvar quatro vidas, por isso é necessário que se leve a informação para assim ajudar a diminuir o número elevado de óbitos por falta de sangue”.



O I Fórum Nacional sobre Hemoterapia, que teve a duração de dois dias, contou com a participação de quadros seniores do MINSA, directores nacionais, chefes de gabinetes, responsáveis de hemoterápia, directores clínicos, dadores e representantes dos hospitais nacionais e provinciais