Ministério da Saúde
Saúde

Ministério da Saúde repõe stock de medicamentos consumidos pelo fogo


Convindo a suprir a quebra de estoque causado pelo incêndio, o Ministério da Saúde levou nesta terça-feira, 5, medicamentos antimaláricos, tuberculostáticos, analgésicos, xaropes, antipiréticos, reagentes para exames laboratoriais, medicamentos para hipertensão, embalagens de soro e vários outros que chegaram à província de Benguela 24 horas depois do fogo de origem ainda desconhecida, que provocou a quebra no stock do Hospital do Lobito, uma quantidade inicial de 26 toneladas, sendo que mais medicamentos seguirão nos próximos dias de carro.



A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, congratulou-se com o programa das compras agrupadas levado a cabo pelo ministério de sua tutela, tendo sido possível reabastecer em tempo recorde o estoque de medicamentos naquela unidade hospitalar.



“Estamos trabalhando com o Gabinete Provincial de Saúde e com o Governo Provincial a fim de termos um espaço provisório para alocar a outra parte dos medicamentos que estão sendo enviados com intuito de termos capacidade suficiente”, explicou a ministra.