Ministério da Saúde
Saúde

Indicadores revelam redução da taxa de mortalidade materno infantil

A melhoria dos indicadores no sector da saúde, que indicam avanços na redução da taxa de mortalidade materno infantil, e no atendimento neo-natal, é fruto de políticas levadas a cabo pelo Executivo, com vista a melhoria da qualidade de vida da população.

Esta afirmação é do ministro da Saúde, Luís Gomes Sambo, quando intervinha nesta sexta-feira, 30, em Luanda, no lançamento do relatório de Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde ( IIMS) 2015 -2016, elaborado pelo Instituto Nacional de Estatística com o apoio do Unicef, USAID e Banco Mundial.

De acordo com o governante, o alcance de resultados no processo sanitário começa com a elaboração de boas politicas, estratégias e planos que contribuam para o bem-estar físico e mental da população.

Informou que algumas dessas politicas são sectoriais e outras intersectoriais relacionadas com as principais determinantes do estado de saúde, contudo é importante saber se se está a ter sucesso na execução desses planos e se está a alcançar os resultados previstos, pressupondo a produção de dados que permitam medir os avanços revelados.

O Inquérito revela informações estatísticas e indicadores que permitem avaliar os progressos alcançados na execução do Plano Nacional de Desenvolvimento na Saúde 2013-2017, cujos resultados deverão servir para planificar as acções futuras do sector.

Entretanto, o secretário de Estado do Planeamento Pedro Luís da Fonseca, afirmou que o bem-estar da população constitui uma das prioridades do Executivo vindo a desenvolver uma série de acções com destaque para a luta contra a pobreza, HIV/ SIDA, malária entre outras.

Para o responsável, a realização deste inquérito visa actualizar o que se tem em termos de informação estatística para testar e medir o cumprimento de diferentes programas e politicas.

Angop